Demitido duas vezes e reintegrado pela segunda vez, trabalhador da TV Globo tem sua reintegração garantida

Tipografia

logo globo

O operador de unidade portátil Moacy Levy Pereira foi reintegrado, novamente, na TV Globo por decisão

judicial na última sexta- feira (01/04).

 

A reintegração só aconteceu devido ao acompanhamento da Comissão de Políticas Permanentes da entidade sindical, que acompanha de perto a situação de trabalhadores que sofrem acidentes no trabalho ou em decorrência de doenças adquiridas nele.

Por essa prática da empresa, TODOS os trabalhadores desta emissora devem ficar atentos pois, com certeza, há um monitoramento dos trabalhadores que adoecem e se afastam devido a problemas de saúde.Levy foi demitido a primeira vez em setembro de 2019, sendo que sua reintegração, por também ação do Sindicato dos Radialistas ocorreu em outubro do mesmo ano. Sem se importar com a legislação vigente, o RH da empresa implementa uma política de demissões sem lastro com a legalidade e tendo de cumprir determinações judiciais na qual o Sindicato dos Radialistas recorre.

Na Globo, quem não quer ser vítima dessa política indecente de demissões de trabalhadores adoentados, se cuidem. Pois o facão de demissões corta trabalhadores com doenças ocupacionais sem dó.

 

Comissão de Políticas Permanentes

É uma comissão de trabalhadores encarregados de atender, encaminhar e acompanhar os casos de acidentes e doenças ocupacionais que ocorrem no trabalho. O atendimento tem supervisão médico/psicológica em parceria com o Centro de Referência do Trabalhador e Jurídica. Se conhece algum trabalhador ou é o seu caso, não deixe de procurar atendimento o mais breve.

Contato: saude@radialistasp.org.br

11 3145-9999 falar com Jeferson

 

Campanha Salarial 2022

trabalhador derrotado

 

A luta dos Radialistas para conquistar a assinatura de sua Convenção Coletiva de Trabalho – CCT continua. Mas o que tem de desejo de uma CCT assinada, ainda falta em motivação dos radialistas para estarem em movimento, junto com seu sindicato para realização desse desejo. O patronal nos últimos anos tem dificultado o entendimento para concretização da assinatura da CCT. Um exemplo disso é o fato de que desde o dia 24 de fevereiro, quando foi protocolado a pauta de negociação, até o momento os patrões, através de seu sindicato não agendaram nenhuma reunião para prosseguirmos em negociação. É fato também que nem todos os patrões seguem as lorotas que o sindicato dos patrões rezam para seus filiados a mando da Globo. O resultado disso são os acordos coletivos individuais assinados com o Sindicato dos Radialistas por Rádios e TVs como a Mundial, Novo Tempo, IURD (Rede Aleluia), Transamérica, TVT, entre outras.

 

WhatsApp Image 2022 04 07 at 11.49.09 1

Diretores Sérgio Ipoldo e Jota Reis na cidade de Limeira

Sindicato na porta das empresas

Em todo estado o Sindicato se fez presente informando o resultado da assembleia estadual da categoria que aprovou a pauta com as cláusulas que compõe a proposta da CCT. Foram mais de 200 cidades visitadas pelos diretores do Sindicato com objetivo de motivar a categoria na Campanha Salarial de 2022 com a entrega de boletins informativos, com a sindicalização de trabalhadores e de coleta de informações para nos organizarmos nessa luta que é de todos os Radialistas.