TV Mundial: Daqui pra frente a ordem é: NÃO PAGOU, PAROU

Notícias
Tipografia

É na luta que garantimos direitos. Eles são frutos da firmeza e da coragem dos trabalhadores que, na greve, garantiram o pagamento dos salários atrasados e tantos outros direitos que estavam sendo desrespeitados. Qualquer trabalhador que se sentir assediado deve procurar o seu Sindicato.

 

Os radialistas que foram induzidos a não participar da greve, na ilusão de que iriam garantir seu emprego, também foram ameaçados em transmissão ao vivo durante culto na Igreja Mundial, onde o bispo líder da Igreja Mundial afirmou que demitiria todos os trabalhadores (as) e que iria terceirizar o serviço. Sabe o que significa isso?! Que você será demitido tanto quanto quem ficou na greve para lutar por emprego e salário. Os que, por acaso, ficarem, como terceirizados, terão seus salários reduzidos e sem nenhum direito como o vale refeição, vale transporte, assistência médica, jornada regular de trabalho. Irão trabalhar pelo salário combinado entre a empresa terceirizada e quem ficar para o apagar das luzes. Somente isso. Mas para que deixar chegar a esse ponto, se sabemos o que é melhor para nós? E o melhor é nossa mobilização, como ocorreu com a greve. Foi graças a ela é que a Mundial se mexeu para pagar o que deve. Foi graças a greve que fizemos valer nossos direitos. E uma Lei justa é aquela em que temos direitos e que somos respeitados.

Junte-se ao Sindicato!

Se organize e fique de prontidão. Somente nossa união irá garantir nossa força.

 

Nota de solidariedade ao companheiro Alberto Carlos dos Santos

WhatsApp Image 2021 11 24 at 09.17.47

Companheiro Alberto faleceu no dia 13 deste mês, de Covid-19. Separado, deixa três filhos. Com passagens pelo SBT e Record, Alberto era editor na TV Mundial há mais de 10 anos.  Ele votou a favor do estado de greve e estaria conosco, em greve, se não estivesse internado.

WhatsApp Image 2021 11 24 at 09.48.58

Votação do estado de greve, em que o comanheiro Alberto participou e votou a favor.

Funcionários e diretores do Sindicato do Radialistas enviam protestos de estima e consideração aos familiares, amigos e colegas de trabalho.

Companheiro Alberto Carlos dos Santos, presente! Agora e sempre.