Bispo da Mundial se acha acima da Lei e faz ameaças aos trabalhadores da Igreja e TV Mundial

Tipografia

Bispo Wladomiro estilizado

Devido a greve por atraso de pagamento de salários na Igreja e TV Mundial, bispo líder da seita religiosa aproveita púlpito para ameaçar os trabalhadores, por lutarem para terem seus salários em dia.

 

Já virou bagunça na Mundial. Parece fácil pedir dinheiro em nome de Deus para “obras” da Igreja Mundial, mas que não inclui o salário dos trabalhadores, que mantém a igreja, a TV e os discursos questionáveis do bispo de pé. Salários, vale refeição, vale alimentação, férias e até FGTS estão em atrasos. Os trabalhadores só paralisaram quando o salário não veio. Quem, afinal, é que decide para onde vai o dinheiro arrecadado dos fiéis na igreja e pela “passagem de chapéu” na TV? A tal obra não inclui o salário de quem tem horário para entrar e sair, a trabalho, tanto na igreja como na TV da Mundial? Será que SOMENTE nessa igreja não entenderam a afirmação de Jesus aos seus apóstolos; “Dai a César o que é de César”. Seremos nós que teremos de “evangelizar” essa gente da Mundial? Cumprir obrigações trabalhistas é o mínimo, para quem quer manter uma igreja ou uma TV de pé. Se não, melhor pegar o chapéu e ir embora.

Na Justiça

Em audiência no Tribunal do Trabalho os trabalhadores conquistaram 90 dias de estabilidade e não desconto dos dias parados. Já os representantes da Igreja Mundial assumiram compromisso de fazer o que não estavam fazendo; cumprir a Lei. Quem não cumpre a Lei é o quê?Aguardemos os próximos capítulos, organizados. Juntos com o Sindicato.

Trabalhadores conscientes, não esperam as coisas acontecerem, passivamente. Se defendem de forma organizada.