Band demite à conta-gotas e revela o lado desumano com que a empresa trata seus trabalhadores

Notícias
Tipografia

logo band novo

Toda semana a empresa tem demitido trabalhadores do grupo, em plena Pandemia. 

 

Corre solto pelos corredores das emissoras que as demissões na BAND estão a todo vapor. Relatos chegam ao Sindicato de que são 5 trabalhadores por dia, ou seja, trinta trabalhadores demitidos por semana. O fato é que as demissões acontecem num período em que a empresa deveria ser mais responsável por aqueles que, não só   mantém   a   programação   das emissoras   do   grupo no   ar, como   traz   o faturamento para as empresas. Responsabilizar-se pelos seus trabalhadores não é um favor. É uma obrigação moral.

Olha que situação; os funcionários trabalham como camelos e na hora de retornar do trabalho e descansar recebem a informação que estão demitidos. E justo nesse tempo de pandemia?

Não é possível que em tempo de “vacas gordas” a empresa não tenha feito caixa para garantir que os seus funcionários não paguem o preço da desorganização financeira do grupo. Afinal, a empresa está de pé pelo profissionalismo, competência e dedicação dos trabalhadores do grupo Band. Que trabalham, labutam, dedicam sua vida profissional para garantir a melhor qualidade possível na programação das emissoras do grupo.

Se não houver mobilização junto com o Sindicato as demissões irão continuar. Procure um dirigente sindical na BAND para começarmos a nos organizar.

As demissões sem justificativas e os ataques aos direitos dos trabalhadores só irão parar, quando os trabalhadores tomarem consciência de sua força e organização junto com o Sindicato. Não dá para ficar parado acreditando que o facão não vai atingi-lo.