Ato contra Bolsonaro levam milhares de mulheres às ruas no Brasil

Notícias
Tipografia

IMG 8373

Av. Paulista, em São Paulo/Brasil

Aqui e pelo mundo afora, o 8 de Março foi dia de luta e resistência, onde as mulheres trabalhadoras fortaleceram a luta que é do conjunto da classe trabalhadora

 

O 8 de Março – Dia Internacional de Luta das Mulheres Trabalhadoras, nesse 2020, foi marcado no Brasil por milhares nas ruas em movimento contra o governo Bolsonaro, que ataca os direitos da classe trabalhadora, sendo que as mulheres são as maiores vítimas.

O dia também foi de denúncia contra a investida do governo em avançar na criminalização e perseguição aos que lutam contra sua política que ataca direitos, sucateia os serviços públicos, estimula a violência que potencializa ainda mais o feminicídio.

IMG 8373

Brasil

Em todas as avenidas e praças do Brasil, entre as principais palavras de ordem estavam FORA BOLSONARO e a afirmação da luta contra esse governo saudoso da ditadura militar que tenta aumentar a repressão para ampliar seus ataques ao conjunto da classe trabalhadora.

argentina 8m 2020

Argentina

As manifestações dirigidas pelas mulheres reuniram trabalhadoras, estudantes, jovens, idosas, crianças, e também trabalhadores, pois se a luta sem as mulheres fica pela metade, também fica pela metade a luta por uma nova sociedade sem opressão e exploração se não for uma luta do conjunto da classe trabalhadora.

chile 8m 03

Chile

No Chile o 8 de Março reuniu mais de 2 milhões de pessoas, em sua grande maioria mulheres que ocuparam as ruas de Santiago, fortalecendo a luta do conjunto dos trabalhadores, aposentados, estudantes contra o governo de Sebatián Piñera. O ato foi infinitamente maior do que as manifestações da direita chilena que tentou, sem sucesso, colocar seus covardes nas ruas na semana passada para defender a Constituição criada pelo ditador Augusto Pinochet; o 8 de março também marcou a denúncia contra a repressão policial nas manifestações contra o governo, em que dezenas de mulheres sofreram violência sexual.

Screenshot 2020 03 09 Manifestações ganham fôlego na América Latina no Dia Internacional da Mulher

Iraque

No México, na maioria dos países da América do Sul, na Europa, Oriente Médio, as mulheres ocuparam as ruas contra o capitalismo e seus governos de plantão que se aproveitam da herança do patriarcado para manter a opressão e potencializar a exploração de mulheres e homens trabalhadores.

Screenshot 2020 03 09 Manifestações ganham fôlego na América Latina no Dia Internacional da Mulher3

Ucrânia

É no passo firme daquelas que, mais do que mulheres, são trabalhadoras que vamos avançar contra a barbárie e como Rosa Luxemburgo, uma das muitas mulheres que dedicaram sua vida a luta da classe trabalhadora, podermos construir um mundo onde sejamos socialmente iguais, humanamente diferentes e totalmente livres.