Trabalhadores da Rádio Clube de Mirandópolis decretam estado de greve na emissora

Notícias
Tipografia

Em assembleia realizada nesta quarta feira (08) os trabalhadores da Rádio Clube de Mirandópolis, distante 594 km da capital paulista, aprovaram o estado de greve, em assembleia, por ter seus salários atrasados há mais de 4 meses

Os trabalhadores da emissora estão sem vale refeição, sem o pagamento da participação de resultados (PLR) e sem o pagamento do 13º salário e com férias atrasadas há mais de 2 anos. Sem solução, à vista, o Sindicato dos Radialistas esteve presente na assembleia, que culminou com a aprovação do estado de greve, que deve fazer com que a direção da emissora entre em negociação para solução dos problemas. Pelo menos esta é a expectativa dos trabalhadores e dos dirigentes da entidade, que estiveram presentes na cidade e participaram da assembleia.

O estado de greve é o período de cumprimento do período legal para deflagração da greve. Não é um estado jurídico, mas sim um ambiente de natureza política criado pelas entidades sindicais com o objetivo de arregimentar os trabalhadores para a futura deflagração da greve. O comunicado de greve já foi protocolado na emissora, na qual deve estar atenta a legislação, que impõe obrigações a partir do período de quando houve o comunicado.