Entidades e movimentos sociais lançam campanha SUS é Vida!

Notícias
Tipografia

Programa Justiça Econômica com apoio da União Europeia e Agência Católica para o Desenvolvimento da Inglaterra e País de Gales (CAFOD) lançam campanha em defesa do SUS

 

Resultado de uma parceria com foco no fortalecimento da cidadania o Programa Justiça Econômica com apoio da União Europeia e Agência Católica para o Desenvolvimento da Inglaterra e País de Gales (CAFOD) lançam campanha em defesa do SUS. A campanha consiste na produção e distribuição de vídeos, spots, cards e gifs promocionais, explicando a importância so SUS e sua abrangência na prestação de serviço público de saúde a população.

Luiz Bassegio, coordenador nacional do projeto Direitos Sociais e Saúde, também do Grito dos excluídos Continental, responde algumas perguntas para explicar melhor a campanha;

Luiz Bassegio

Foto: reprodução Youtube    Luiz Bassegio, coordenador nacional do projeto Direitos Sociais e Saúde e Grito dos excluídos Continental

Qual o objetivo de realizar o vídeo promocional sobre o SUS?

Há muitas propagandas negativas veiculadas nos grandes meios de comunicação no Brasil. Em geral, as notícias além de tendenciosas não ajudam a melhorar o Sistema Único de Saúde, mas propagar que ele não presta. Este ano, o SUS completa 30 anos. Então tivemos a ideia de realizar a Campanha SUS é Vida em defesa da saúde pública para sensibilizar as pessoas sobre o valor do SUS e fazer com que as pessoas tenham esse sentimento de pertencimento, pois é algo que vem sucessivamente sendo ameaçado. O carro-chefe da campanha é o vídeo realizado com muito compromisso pela TVT. O vídeo mostra que o SUS vai além do atendimento médico num posto de saúde, por exemplo. O SUS está presente no nosso cotidiano quando tomamos água, quando vamos a restaurantes, quando compramos alimentos...Alguns artistas participam no vídeo justamente para mostrar, não só que defendem o SUS, mas que também usam.


Quais são as organizações envolvidas no projeto promocional? São todas organizações civis (ONGs) ou há movimentos sociais inclusos?
A Campanha, da qual o vídeo é carro-chefe, é resultado final de um projeto chamado Direitos Sociais e Saúde: Fortalecendo a Cidadania e a Incidência Política que, por três anos, fez formações, cursos básicos em saúde pública em São Bernardo do Campo e Grajaú (São Paulo) e em Natal (Rio Grande do Norte). Este projeto é executado pelo Programa Justiça Econômica, formado pelo Grito dos Excluídos/as Continental, Pastorais Sociais da CNBB, Pastoral da Saúde Nacional e Comissão Brasileira Justiça e Paz. Tem parceria da rede Jubileu Sul Brasil. Importante ressaltar que este projeto foi cofinanciado pela União Europeia e teve apoio da Agencia Católica para o Desenvolvimento da Inglaterra e País de Gales (CAFOD) – essenciais para a formação do nosso público. Para esta campanha também vamos ter a contribuição do Conselho Nacional de Saúde que se comprometeu em divulgá-la em todo o Brasil, com ajuda dos conselheiros e conselheiras e outras redes nacionais de saúde como o Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (CEBES), Rede de Médicos e Médicas Populares, Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO), Associação Paulista de Saúde Pública (APSP), para citar algumas...


A campanha em defesa do SUS terá foco apenas virtualmente ou de outras formas, também?
A Campanha tem peças virtuais para circular livremente em aplicativos e redes sociais como o vídeo, os cards, gifs animados, além de áudios. Sabemos que estes têm sido meios rápidos de comunicação e eficientes também. Elaboramos também spots para rádios. Tentamos valorizar todas as plataformas e o rádio é uma delas por ser um meio dinâmico e de bom alcance. Temos folders e cartazes impressos que serão disponibilizados para as Unidades Básicas de Saúde em vários estados do Brasil. Também acontecerão lançamentos do vídeo em praças públicas, eventos e reuniões das entidades parceiras e outras manifestações criativas de todos e todas que lutam em defesa do SUS.


De que maneira outros movimentos da sociedade civil poderiam contribuir para que a população tenha consciência da importância do SUS?
Antes de tudo, a Campanha Sus é Vida é coletiva. Então todos podem utilizar os materiais disponíveis no link https://direitosociais.org.br/staticpage/atividades/ . Muitas pessoas e coletivos já estão exibindo o vídeo em seus espaços de atuação. Então, quanto mais grupos se apropriarem desta proposta de que o SUS é do povo e para o povo, quanto mais grupos se somarem à Campanha, melhor será o desempenho. É muito importante que, justamente quando o SUS completa 30 anos salvando vidas, a sociedade saia em sua defesa diante de tantas ameaças de desmonte. O SUS pode e deve ser melhorado e com participação popular podemos garantir esse direito básico.

 

Do site Direitos Sociais:

O SUS completa, neste 2018, 30 anos de existência. É neste marco que lançamos a campanha SUS é Vida, com o objetivo de chamar atenção para um fato: todos nós usamos o Sistema Único de Saúde. Tod@s, sem exceção!

Garantir seus princípios é garantir também nosso direito tal como está estabelecido na Constituição Federal. Não podemos deixar que políticas de desmonte afetem o SUS, uma referência mundial.

Esta campanha sai em defesa do Sistema Único de Saúde sensibilizando a população brasileira, pois só como muita luta e união podemos ter a saúde pública que merecemos. Melhorar o SUS é possível!

Como participar
A campanha é composta por um vídeo, spots para rádios, cards e gifs animados para aplicativos e redes sociais e de hashtags. Então, se você ou sua organização têm um portal, um site, um canal no youtube, usa aplicativos e redes sociais, tem acesso a rádios, ou alguma mídia fique à vontade para disseminar esta campanha. Quanto mais pessoas souberem do valor que o SUS tem, mas sairemos fortalecidos em sua defesa.

Materiais
Todo o material pode ser baixado neste link abaixo, no site www.direitosociais.org.br:
https://direitosociais.org.br/staticpage/atividades/

O vídeo está disponível no canal do Youtube, no link:
https://www.youtube.com/watch?v=L0wksTN-f24&t=7s

Os cards e gifs também podem ser encontrados no facebook: Programa Justiça Econômica

Quem faz
A Campanha é resultado do projeto Direitos Sociais e Saúde: Fortalecendo a Cidadania e a Incidência Política, executado pelo Programa Justiça Econômica, com apoio da União Europeia e Cafod. Mas antes de tudo, esta campanha é coletiva, feita com a luta de muitas parcerias. Essa campanha é nossa, é do povo brasileiro!