10° Congresso da categoria se inicia na capital do estado

Notícias
Tipografia

No dia de hoje, 21 de julho, se iniciou, na sede do sindicato na capital do estado, o 10° congresso dos radialistas no estado de SP.

Na mesa de abertura, alguns convidados fizeram breves saudações aos congressistas.

Matheus Nunes, integrante da União Juventude Rebelião (UJR) iniciou as saudações reafirmou o compromisso da juventude revolucionária com as lutas da classe trabalhadora e da categoria dos radialistas. Salientou, ainda, a necessidade de se organizar a classe pela busca do socialismo como a saída para as mazelas que sofremos diariamente.

Nascimento Silva, do Sindicato dos Radialistas do estado de Minas Gerais valorizou e exaltou a importância da base dos radialistas em participar desses momentos de organização da categoria e lembrou que o estado de São Paulo é um exemplo dessa articulação para o restante do país.

Representando o instrumento de luta da classe trabalhadora, Intersindical, Ana Paula Rosa, ao saudar todos e todas, destacou o grande embate que a classe trabalhadora tem contra o capitalismo e não apenas com determinado governo ou partido político. Ela afirmou que a diferença que há entre o governo no poder hoje para os anteriores é apenas a intensidade e as formas de precarização dos trabalhadores, mas que isso já vinha sendo praticado.

Zé Antonio, coordenador da FITERT, pela sua vez, lembrou que vivemos tempos de conjuntura muito difícil e que os trabalhadores devem aproveitar esse momento tão importante que é o congresso de uma categoria para refletir e definir como serão os rumos de ação e lutas para o próximo período.

Edwilson da Silva, do Sindicato dos Radialistas do estado de Goiás, se colocou solidário às lutas travadas pelos radialistas em nosso estado e disse acreditar que o congresso poderá trazer grandes frutos aos trabalhadores tanto em São Paulo como para a organização nacional da categoria.

O restante da noite da abertura foi dedicado para leitura e aprovação do regimento interno.