Os Sindicatos dos Radialistas do DF, SP e RJ, os Sindicatos dos Jornalistas do DF, SP e RJ e a Comissão de Empregados da EBC, alertam os trabalhadores para os riscos de adesão ao plano. A proposta não garante o futuro dos funcionários e busca desmobilizar a participação na campanha “Fica EBC”, que vem crescendo no diálogo com a sociedade e com a classe política sobre a importância da empresa e da comunicação pública.

Leia mais...

Para saber: a TV Record não pagava aos seus empregados a hora noturna reduzida - nona hora. O Sindicato dos Radialistas entrou com processo na Justiça e ganhou esse direito aos seus trabalhadores. Nesse momento o departamento jurídico não só está conferindo os cálculos que a empresa apresentou como, também, se todos os trabalhadores, com direito, foram incluídos nos cálculos da ação.

Por isso o sindicato solicita que todos os trabalhadores com direito de receber no processo encaminhe um e-mail para o departamento jurídico da entidade com as seguintes informações:

1- seu nome completo;

2- seu numero do CPF;

3- período que trabalhou na empresa- data de admissão e demissão. Se você continua ativo colocar essa informação;

4- seu email;

5- seu telefone.

O  email é para enviar essas informações é: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. .

É solicitado a gentileza de NÃO LIGAR PARA O SINDICATO, pois a quantidade de trabalhadores é enorme na ação e não há disponibilidade de linhas telefônicas e/ou pessoal para atender.

Saiba se você tem direito observando as informações abaixo:

- tem direito no processo tenha trabalhado na empresa no horário noturno (22hs às 05hs00) no período de 25 de  fevereiro de 2.005 a julho de 2.009;

- não terá direito de receber quem, embora tenha trabalhado nessas condições, foi demitido em data anterior a 25 de fevereiro de 2.008.

                                               Solicitamos ao companheiro (a) que, ao ter ciência dessas informações e conhecer alguém que esteja nessas condições, tenha a gentileza de avisar.

 

Diversas peças de teatro infantil serão oferecidas ao público paulistano no mês de novembro. A iniciativa desta realização é da Prefeitura Municipal de São Paulo, da Companhia Paulista de Teatro e do Teatro Studio Heleny Guariba.

As peças, que inclui mímicas, mágicas e textos inspirados em textos de Antonio Gramsci e Clarice Lispector, tem entre 40 e 60 minutos de duração. A entrada é gratuita e informações como data, horário e conteúdo das peças é possível conferir logo abaixo;

 

peças teatro

 

 

Ontem (05) dezenas de trabalhadores da Rádios e TV Gazeta foram demitidos. Nota da fundação é de que as empresas mantidas pro ela passa por reestruutação.

Com informações Na Telinha, TV Foco e Folha de São Paulo.

Segundo comunicado da Fundação Casper Líbero, mantenedora das Rádios (Am e FM), TV Gazeta e das faculdades, a fundação está "promovendo reestruturação interna com o objetivo de equalizar suas despesas". A nota informa, ainda, que os planos da empresa são "incrementar a produção de jornalismo o mais breve possível, tão logo a situação econômica permita".

Com as demissões o departamento de jornalismo foi atingido em cheio. Informações levantadas pelo site do Sindicato dos Radialistas é de que foram próximo de 80 trabalhadores demitidos pela Fundação Casper Líbero sendo que, quase metade delas, são da TV Gazeta. Impacto maior foi sentido nos programas de esportes, apesar do Jornal da Gazeta - edição das dez -, ter sido extinto, também. Telejornal das 19h ficxa mantido, mas, encerra os noticiários divulgados nos intervalos da programação da emissora.

O Sindicato dos Radialistas têm críticas no modelo de gestão da TV Gazeta que, como demais emissoras, alocam espaço na programação para igrejas evangélicas, perdendo qualidade na programação e deixando de prestar o serviço de utilidade para qual detém a concessão do canal. Apesar de ser proibido a Agência Nacional de Telecomunicações - Anatel-, não reprime esta prática. Em todas emissoras de rádio ou televisão em que igrejas locam horários, significa demissão de trabalhadores. Segundo um dos dirigentes da entidade, "para os patrões que só visam lucros e dinheiro fácil, não há despesa nenhuma".

Avaliação é de que a crise econômica força a fundação não só equilibrar as contas, mas projetar uma proposta de integração entre as faculdades, o Rádio, TV e internet. Assim, promovendo alavanque na audiência na TV para ser mais atraente ao mercado publicitário.